Minha família

Minha família
Turma da pesada!!!!

Seguidores

Essa aqui sou Eu!!!!!

Minha foto
Tenho 43 anos, pinto, bordo, costuro e ainda trabalho fora. Comecei cedo a brincar com artesanato,Meu primeiro trabalho nunca esqueci, um beija flor alaranjado(so tinha um vidro de laranja e um de preto) mas acho que ficou interesante pois minha mãe me encheu de tinta e pinceis, tinha 12 anos e pintava com uma furia. naquele tempo não havia variedade de revista, só riscos que comprávamos na papelaria. pintei com a cara e a coragem por 6 anos até que fui fazer curso na profissional ai endoideci fiz pintura, arte aplicada, flores, bordado a mão, corte costura tudo que aparecia eu encarava. Fui seguindo o artesanato por todos esses anos, uma aulinha aqui, uma revista ali, tudo que aparece-se na tv. Até que achei a net, ai pirei de vez, todo dia acho algo novo que com um pouquinho de paciência consigo aprender. Sou isso uma Artesã com muito orgulho!!!!!

sexta-feira, 29 de junho de 2012

Casa de ferreiro, espeto de pau!

Sentadinha no sofa ( marido diz que aquilo não pode ser chamado assim), pensei no dito popular e cheguei a conclusão: Escapei desse, minha casinha mais parece casa de boneca de tanto mimo  feito por mim. Uns estavam a anos guardados esperando por um lar outros tenho feito durante o sono do meu pequeno.
O pinguim era um sonho antigo até uns dias atras quando encontrei esse molde aqui. Fiz com tecido ´preto de pimentinhas que ja estava a anos guardado na gaveta. Deu um pouco de trabalho mais pra 1º  ficou lindo.
Os vazinhos fiz pra fazer companhia ao bichinho que ficou muito só encima da geladeira.
 Esse é dos trabalhos guardados a tempo. Pintura minha e croche da minha mãe.
Matrioscas que fis prum Sal de dia das mães ganhou lugar especial na cristaleira.
E tem muito mais que vou mostrando aos poucos.

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Fig e o lixeiro


Voltei!Queria falar do lixeiro. Todo mundo reclama que mexo no lixo. Mas esquecem de por ele num lugar seguro. Eu não tenho culpa se ele não quer brincar comigo. Eu chamei e ele não disse não, então entendi que podia mexer nele.
Outro tanso em minha vida (lembram do carvão né). Desta vez achei que ia ser castigado, mas a amiga disse que não podia me castigar, pois eu não saberia o porquê do castigo!! Acho que ela quer me pegar em flagrante.
O amigo ficou fulo, mas catou tudo (fiz um trabalho ótimo, tinha lixo até no lado de fora do portão Au, au, au). Pelo que entendi Ela já sabia de minha arte, só não sei como?
Chegou e já entrou, nem prestou muita atenção em mim. Aquele embrulho, sempre o embrulho.
 Agora o lixo fica sempre no alto, eu chamo, mas o medroso não desse. Acho que ele é que levou a bronca. Ainda vou descobrir como Ela sabia do que fiz.
Au, au, au pra vcs.
Ass: Fig 

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Fig e saco de carvão!!!


Eu e o saco de carvão!
Minha amiga falou de mim outro dia então exijo direito de resposta.
Sabe o saco de carvão, ele tava aqui olhando pra mim e eu pra ele.
Num momento de distração pulei sobre ele, o tanso nem se defendeu, não foi minha culpa se o saco tava podre e não aquentou a preção. Até que fiz um trabalho legal, espalhei carvão por toda a garagem. E a roupa do Caico quando ela pendurou eu vi que não estava bem limpa, lati, mas ela não me deu bola, então tirei do varal pra ela lavar novamente. Ficou bem mais limpa da 2ª vez, acho que o carvão ajudou a limpar. Eu gosto muito de meus amigos, mas passo o dia todo sozinho então pra não estressar faço algumas artes, coisa básica. Meu amigo fica zangado, mas sempre conto com a compreensão da amiga. Claro que agora que ela vem e vai sempre com aquele embrulho,  tem me dado menos atenção. Mas mesmo assim sempre me defende. (ainda descubro o que tem naquele embrulho)
Então foi isso o carvão me provocou e a roupa não estava bem limpa.
Gostei desse negocio vou vir mais vezes aqui!!!! Au, Au  pra todos.
Ass: Figueirinha (Fig pros amigos) 

segunda-feira, 11 de junho de 2012

Fig e Eu!!!


Ta parecendo o nome daquele filme /livro, mas a única coisa em comum é a cor do cachorro (será mesmo) depois vcs me contam!!! Quando comecei minha casa uma vira lata resolveu que ia morar comigo, eu não dei muita bola e ela foi ficando. Uma noite fui ver a obra e achei-a com quatro filhotes.  Tá pensei: deixa eles ai depois vejo o que faço.
A obra andou e a família foi encolhendo, até que finalmente sobrou só um filhote de cor creme como o Marlei do livro. Os outros não sei como foram sumindo e a mãe foi abduzida depois de latir prum carro na rua.
Eu ainda não havia me mudado e não sabia como cuidar a distancia de um filhote de 40 dias. Sorte do Fig que a vizinha se compadeceu dele e cuidou uns dias.
Era lindinho, uma bolinha simpática que cresceu e me apronta cada uma. Quem o vê no sábado e domingo não acredita no furacão.
Já comeu duas vassouras, um rodo e um balde.     Adora o saco de carvão e recolhe a roupa do varal ( Claro que por sorte foi o uniforme do marido).  Come grilo e toma remédio (é só oferecer que ele come)
Quando o Léu nasceu ficou muito doente.  Foi saudade eu acho. Passou dias de molho dei remédio e nada. Até que ele destruiu o lixeiro. Tava curado.
Agora tá aqui bem lindinho,  deita aos meus pés e me obedece, mas em dia de banho , so falta gritar socorro.Quando conto ninguém  acredita.
Ele dá  trabalho  mas fico p*** quando dizem que tenho que me livrar dele. Adotei um vira lata ele é minha responsabilidade.
E só faz arte quando fica o dia todo sozinho.
Tem gente que acha  bonitinho leva pra casa e quando da problema deserta, isso é crime!!!!!!

quarta-feira, 6 de junho de 2012

Mega Blogagem- Receita para agarrar o gato pela Barriga

Marido é criatura difícil!!!  Passei os últimos anos tentando descobrir do que o cara gostava. Ouvi cada uma:
 -Oque vc gostaria pro almoço?
- Qualquer coisa tá bom.
-Como assim???
- Qualquer coisa. Como  por que a gente tem que comer.
O luta ingrata, diziam que ele não gostava de lasanha, carne moída, bolo salgado, galinha ensopada e por ai a fora. Fui descobrindo que não era bem assim. Hoje só não consigo que ele coma o tal bolo salgado. Mas  o dilema continua quando pergunto o que ele gostaria.
Agora o  cidadão  resolveu me  surpreender. Tinha visitas e como moro no fim do mundo resolvi fazer um bolinho de Limão pro lanche. Até ai tudo bem. Não fosse o fato que ele comeu o bolo praticamente sozinho.
Lavando a forma ( sim ele lava louça) ouço  a pergunta: Quando vais fazer  de novo?? dei um pulo.
O cidadão passou a semana me cobrando um bolinho de limão. Não o agarei pela barriga. Mas um pedido  tão raro não pode ser negado.

Ingredientes:
1 pacote de bolo de limão
1 pacote de gelatina de limão
4 ovos
1 xícara de óleo
1 copo de iogurte
1 colher(sopa) de fermento em pó
Cobertura:
1/2 Lata de leite condensado batida com gotas de suco de 1 limão.
Preparo:
Na batedeira, bata as gemas com o iogurte. acrescente o pacote de bolo, a gelatina e o óleo e bata mais  um pouco. Retire da batedeira e adicione as claras em neve, misturando delicadamente. coloque em uma forma retangular, untada e enfarinhada. Leve ao forno preaquecido, em temperatura media.
retire do forno e fure com um garfo  . Com o bolo ainda quente, cubra com o leite condensado batido com o suco de limão.
Eu gosto muito mas ver o Gato pedir com tanta insistecia fez com que ele fique ainda melhor.
Essa receita faz parte da Blogagem coletiva  proposta pelo blog CasaMila. Passe lá e de uma olhada no que as meninas estão fazendo.


terça-feira, 5 de junho de 2012

SAL do dia das Mães 2ª Parte

Aqui estamos novamente. De posse do passo a passo agora só me restou arranjar um tempinho pra por a mão na massa. Como disse no outro post  existem varias versões sobre a origem dessa nossa amiguinha.Uma das lendas conta que um senhor que esculpia e vendia bonecas uma vez fez uma boneca tão bonita que não quis vendê-la, levou para a sua casa e colocou no seu criado mudo e deu o nome a ela de Matrioshka. Todas as noites antes de dormir, perguntava a Matrioshka se estava feliz. Até que em certa noite Matrioshka pediu um bebê. Então o senhor esculpiu uma boneca menor chamada Trioshka, serrou a Matrioshka e colocou o bebê dentro dela. Mas logo na noite seguinte, a Trioshka também pediu um bebê. E lá se foi o senhor e fez uma boneca e colocou dentro da Trioshka, desta vez a bebê se chamava Oshka. Assim seguindo o caminho das outras, na noite seguinte Oshka pediu um bebê e lá se foi novamente o senhor fazer mais um bebê. Só que desta vez pensando que isso não iria acabar mais, o senhor fez o bebê e desenhou rapidamente um bigode nele e o chamou de Ka, garantindo que seria homem e não iria pedir um bebê novamente.(Essa parte do conto saiu daqui.)

Comecei pelo pelo rostinho,  riscado no termo colante aproveite a hora de passar a roupa do Léo para fixa-lo no pano americano. Com marrom pintei o cabelinho  e preto usei para os olhos.
O corpo cortei 2 tiras  e montei o lenço e o vestido.  Prendi os rostinhos e enchi com plumante.
Agora é a vez dos enfeites . 1 flor em cada cabelo e um laço pro pescoço.
E estão prontas as minhas Matrioshka.
Adorei participar do SAL. Pena que não pude cumprir o prazo a risca mas sabe como é com filhote (hihihihi), quem sabe da proxima eu consigo.Parte do post já estava pronta.
Um beijo a todos.