Minha família

Minha família
Turma da pesada!!!!

Seguidores

Essa aqui sou Eu!!!!!

Minha foto
Tenho 43 anos, pinto, bordo, costuro e ainda trabalho fora. Comecei cedo a brincar com artesanato,Meu primeiro trabalho nunca esqueci, um beija flor alaranjado(so tinha um vidro de laranja e um de preto) mas acho que ficou interesante pois minha mãe me encheu de tinta e pinceis, tinha 12 anos e pintava com uma furia. naquele tempo não havia variedade de revista, só riscos que comprávamos na papelaria. pintei com a cara e a coragem por 6 anos até que fui fazer curso na profissional ai endoideci fiz pintura, arte aplicada, flores, bordado a mão, corte costura tudo que aparecia eu encarava. Fui seguindo o artesanato por todos esses anos, uma aulinha aqui, uma revista ali, tudo que aparece-se na tv. Até que achei a net, ai pirei de vez, todo dia acho algo novo que com um pouquinho de paciência consigo aprender. Sou isso uma Artesã com muito orgulho!!!!!

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Perdão

Ok sesta feira é que era dia de falar de perdão, mas eu como sempre deixei meu post pra ultima hora e resultado  não consegui nem chegar perto do bloguinho. Deixei inclusive passar o aniversário da nossa querida Glorinha do café com bolo. Mas tudo bem  hoje boto tudo em dia, visito todos e peço perdão pela demora.

Perdão o sentimento difícil. A gente diz que devemos perdoar sempre mas eu acho muito estranho quando aquela pessoa que prega isso logo em seguida diz " não me dou com fulano" e ai cade o perdão. Eu sinceramente  sou uma pamonha me fazem hoje e amanhã ja esqueci e perdoei. Não consigo imaginar alguem passando a vida  guardando rancores se envenenando por algo. O perdão que falo é aquele do nosso dia a dia, aquele que devemos dar ao motorista estressado que furou o sinal, ao namorado sempre atrasado e com cara de cachorro que caiu da mudança, a aluna bicuda por que não ganhou atenção suficiente ( só na cabeça dela é claro). Sei que existem coisas que são mais dificieis :  Crimes, Traições e até falta de amor.  Mas que adianta vc ficar se roendo com algo que te fez mal, jogue pra cima perdoe por mais difícil que possa parecer e seja melhor do que aquele que te magoa. Eu olhei mais uma vez pro meu passado e vi um único  perdão que não dei, mas dele não guardo rancor pois ele me fez do jeito que sou. Parece ambígua a minha frase. mas quando pensei em minha vida vi que só havia uma coisa que escapava e que aprendi a perdoar com ela, pois perdoar é por se no lugar  do outro tentar entender o porque de suas ações. Como não aceitei o porque , não perdoei. Quem sabe um dia!
Meninas esse é meu post sobre perdão da blogagem coletiva da Glorinha. Uma pessoa especial que com suas palavras nos uniu durante semanas, uma amiga que sempre sabe as palavras certa para cada um de nos e que fez aniversário nessa semana que passou. Va conhece-la. A todas a meninas e meninos que  participaram dessa blogagem ,muito obrigado por tudo que escreveram.

3 comentários:

Sandra Peres disse...

Eliane, eu te perdoo, por nem dar sinal do brigadeiro!!!
kkkkkkkkkkkkkk

Mas falando sério, agora depois que a poeira baixou, não estou conseguindo me perdoar, tenho fama de ser teimosa, chata, exigente, e não fiz tudo isso pra mim, não teimei qdo deveria, não exigi o melhor pra mim, hj sei que sempre há tempo de recomeçar, mas nunca é da mesma forma, sinto que perdi muito tempo e muita coisa boa, ainda não me perdoei por isso!

orvalho do ceu disse...

Oi, querida Eliane
Colocar-se os sapatos do outro é indispensável para a paz em nosso coração, vc disse muito bem.
Um abraço fraterno com votos de saúde, alegria e paz.

Nilce disse...

Oi, Elaine

Esse se colocar no lugar do outro é a única maneira de conseguir perdoar. O mais importante é não termos mágoas, rancores, o que fará mal apenas a nós mesmos. Quanto as famosas "picuínhas" do nosso dia-a-dia, isso só servem para nos estressar. É melhor esquecer bem rapidinho.

Gostei muito do seu texto.

Bjs no coração!

Nilce