Minha família

Minha família
Turma da pesada!!!!

Seguidores

Essa aqui sou Eu!!!!!

Minha foto
Tenho 43 anos, pinto, bordo, costuro e ainda trabalho fora. Comecei cedo a brincar com artesanato,Meu primeiro trabalho nunca esqueci, um beija flor alaranjado(so tinha um vidro de laranja e um de preto) mas acho que ficou interesante pois minha mãe me encheu de tinta e pinceis, tinha 12 anos e pintava com uma furia. naquele tempo não havia variedade de revista, só riscos que comprávamos na papelaria. pintei com a cara e a coragem por 6 anos até que fui fazer curso na profissional ai endoideci fiz pintura, arte aplicada, flores, bordado a mão, corte costura tudo que aparecia eu encarava. Fui seguindo o artesanato por todos esses anos, uma aulinha aqui, uma revista ali, tudo que aparece-se na tv. Até que achei a net, ai pirei de vez, todo dia acho algo novo que com um pouquinho de paciência consigo aprender. Sou isso uma Artesã com muito orgulho!!!!!

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Mas feliz hoje!

Nunca soube muito bem como foi que isso aconteceu, fui me envolvendo e quando vi os problemas eram tão grandes que não encontrava saida.
Dividas que não eram minhas me tiravam o sono. Foram 20 anos vendo o monstro crescer sem saber como para-lo. Tomamos a unica atitude possível e confesso  no fim já tinha medo de não saber viver sem o problema.
Terras vendidas, dividas pagas meu maior medo simplesmente acabou. Não sobrou nem um centavo e ainda temos dividas mas hoje são administráveis. Então me olhei no espelho e perguntei cade a menina que estava aqui??
Por que esse texto? Não sei acho que pra contar o alivio que sinto hoje.Queimei literalmente  20 anos da minha vida.
Moravamos em um casa de madeira azul, tive bons momento nela mas tambem recordações que preferia queimar. Quando no mudamos usei um dos cômodos pra guardar coisas, Minhas agendas de adolescente, as revistas de cursos que fiz em 2 decadas, sobras de material tintas, meus romances, documentos que não podiam sumir. A porta foi arrobanda tudo revirado e sujo, os cupins invadiram tudo, comeram meus livros destruiram as poucas bonecas que sobraram da minha infância, eu novamente fechei a porta ate tomar uma decisão. Quando escrevi sobre medo achei a resposta. Munida de mascara e luvas   dei um fim a tudo aquilo, Tenho pavor de incendio mas resolvi queimar tudo. Fui separando e amontoando tudo no fim sobraram os documentos  que não tinham sido roubados e uns poucos livros que os cupins não tinhã alcançado.Domingo cinzento, frio e com chuva, risquei o fosforo e vi o fogo comer tudo que eu acumulei nesses anos. Pus ali tambem o meu medo do futuro, alguns problemas resolvidos, coisas que amava e odiava.
No fim um monte de cinza que a chuva lavou. Agora me olho no espelho e vejo que aos poucos estou voltando,  Achei novamente o prazer de um livro novo, de um pequeno agrado pra mim mesma.  Maquilagem e salto alto agora voltaram a ser um prazer e não uma obrigação para manter a aparência. Ainda não acabei a transição , nem sei quando vai acabar mas estou mais feliz hoje.

9 comentários:

Sandra Peres disse...

Que bom que está mais feliz, as vezes precisamos nos desfazer de antigos conceitos, para sermos mais felizes.

Eu perdi tudo também, o pouco que sobrou não consegui recuperar, estou até sem roupas, mas aliviada por saber que só dependo de mim, ainda não estou tão leve, tão tranquila, porque sei que sou responsável pelos meus filhos, mas a unica coisa que quero acumular, não preciso de espaço para guardar.

Beijão

Nilce disse...

Oi, querida

Por vezes precisamos nos destralhar. Jogar fora as tralhas e viver o novo.
Conhece o texto? Convido-a a conhecê-lo postei aqui:
http://nilceguerreira.blogspot.com/2010/07/destralhe-se-livre-se-das-tralhas.html

Que bom que vc conseguiu. Não é muito fácil.

Bjs no coração!

Nilce

Bordados e Retalhos disse...

Que bom recomeço. Acho que mais importante é que vc tenha feito uma lipeza dentro de vc. Recomeçar significa, não esquecer o que vivemos, mas nos livrar de mágoas tristezas para enfim sair do casulo e desabrochar. Obrigada amiga pelo lindo comentário lá no blog. Escrevo essas coisas e depois é como seu eu tivesse levado uma surra. Acho que foram muitos anos sem dizer isso para as pessoas e principalmente para o meu pai.Bjs

Manuela Freitas disse...

Quando vi no meu blogue «Mas feliz Hoje!», vim logo cá ver, de facto minha querida quando as coisas pesam demais, o melhor é chegar um fósforo e começar de novo. Que consigas realmente tudo que pretendes.
Beijinhos pela coragem,
Manú

Luma Rosa disse...

Nossa, Eliane! Que barra! O pior passou e triste ter que se desfazer daquilo que se apegou tanto tempo, mas parece que a vida se encarrega de nos mostrar aquilo que realmente importa. Agora olhar para frente, para novas conquistas! Boa sorte e reza pro seu anjinho da guarda, se acredita!! Beijus,

Ro disse...

Eliane , parabéns!!!!
Pra mim vida é que nem casa , tem que desarrumar e bagunçar pra limpar.
Você tomou uma atitude que muita gente adia por medo , comodismo , rotina.
Isso não foi nem força na peruca , minha Amiga , foi um super poder de cabeleira.
Vamos marcar na agenda e daqui a um ano , fazer um bolinho comemorando o nascimento dessa Fênix.
Mil beijos

Marília e Gigi disse...

Ih a Rõ falou tudo. Desistir dessas coisas do passado é barra mesmo, mas quando a gente consegue dá um alívio enorme. Bjs

Regina Coeli disse...

Minha Doce Menina,
Acredito que você a melhor coisa de sua vida!!!!
Daqui não levamos nada, mas podemos sim deixar o melhor de nós.
E o melhor você vai construindo a cada dia!!!
Fico imensamente feliz com sua coragem!
Novo tempo, nova vida, novas descobertas, isso é viver e não ter a vergonha de ser feliz, é cantar a beleza de ser um eterna aprendiz!!!
Gosto muito, muito de você!!
Com afeto,
Regina Coeli

Glorinha L de Lion disse...

Eliane, estou chorando ao ler isso...hj estou tão mexida com os textos de vcs que tenho lido...eu tb estou passando por momentos financeiros muito difícieis. Pois contei no blog que no dia do solstício de inverno, dia 21 de junho, acendi a lareira, peguei coisas que queria que quiemassem, falei pro fogo levar as coisas ruins da minha vida, exorcizei meus fantasmas...e não é, que por coincidência, tudo começou a melhorar? Não em dinheiro, mas portas forma se abrindo, minha filha terminou um namoro de 5 anos que só lhe fazia mal. Eu estou prester a lançar meu livro...sei lá o que aquele fogo significou...só sei que as coisas estão indo e eu estou mais feliz, apesar dos problemas...fico feliz, sinceramente por essa blogagem estar ajudando, não só a mim, mas a tantas de vcs. Grande beijo!