1ª Feira de artesãos !!!

1ª Feira de artesãos !!!
Guarda do cubatão Palhoça

Minha família

Minha família
Turma da pesada!!!!

Seguidores

Essa aqui sou Eu!!!!!

Minha foto
Tenho 43 anos, pinto, bordo, costuro e ainda trabalho fora. Comecei cedo a brincar com artesanato,Meu primeiro trabalho nunca esqueci, um beija flor alaranjado(so tinha um vidro de laranja e um de preto) mas acho que ficou interesante pois minha mãe me encheu de tinta e pinceis, tinha 12 anos e pintava com uma furia. naquele tempo não havia variedade de revista, só riscos que comprávamos na papelaria. pintei com a cara e a coragem por 6 anos até que fui fazer curso na profissional ai endoideci fiz pintura, arte aplicada, flores, bordado a mão, corte costura tudo que aparecia eu encarava. Fui seguindo o artesanato por todos esses anos, uma aulinha aqui, uma revista ali, tudo que aparece-se na tv. Até que achei a net, ai pirei de vez, todo dia acho algo novo que com um pouquinho de paciência consigo aprender. Sou isso uma Artesã com muito orgulho!!!!!

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Musicas da minha vida 2

Fevereiro mês do meu aniversario.
Uma musica na lembrança é "Parabéns pra vc". Mais essa é uma historia que vai caber melhor no mês que vem.
Dessa vez la do fundo do Bau vem acho que a unica musica que me toca o coração e eu reconheço quando ouso .
Ela me traz a menina inocente que eu fui.
Que sonhava tanto e tinha um amor sem medida por tudo.
Amei e chorei com ela.
Ouvi num LP, ouvi no radio, num cd e até no you tube mas tambem me foi cantada no pé do ouvido.
No escurinho da balada ou no sol a pino do churrasco de domingo fez parte da minha juventude.
Moldou um pouco do que sou.
                  Gita


Às vezes você me pergunta
Por que é que eu sou tão calado
Não falo de amor quase nada
Nem fico sorrindo ao seu lado
Você pensa em min toda hora
Me come, me cospe, me deixa
Talvez você não entenda
Mas hoje eu vou lhe mostrar
Que eu sou a a luz das estrelas
Eu sou a cor do luar
Eu sou as coisas da vida
Eu sou o medo de amar
Eu sou o medo do fraco
A força da imaginação
O blefe do jogador
Eu sou, eu fui, eu vou
Gitâ, Gita Gita Gita!
Eu sou o seu sacrifício
A placa de contra-mão
O sangue no olhar do vampiro
E as juras de maldição
Eu sou a vela que acende
Eu sou a luz que se apaga
Eu sou a beira do abismo
Eu sou o tudo e o nada
Por que você me pergunta?
Perguntas não vão lhe mostrar
Que eu sou feito da terra
Do fogo, da água e do ar
Você me tem todo o dia
Mas não sabe se é bom ou ruim
Mas saiba que eu estou em você
Mas você não está em mim
Das telhas eu sou o telhado
A pesca do pescador
A letra "A" tem meu nome
Dos sonhos eu sou o amor
Eu sou a dona de casa
Nos "peg-pagues" do mundo
Eu sou a mão do carrasco
Sou raso, largo, profundo
Eu sou a mosca da sopa
E o dente do tubarão
Eu sou os olhos do cego
E a cegueira da visão
É, mas eu sou o amargo da língua
A mãe, o pai e o avô
O filho que ainda não veio
O início, o fim e o meio

Compositores: Paulo Souza / Paulo Coelho De Souza / Raul Seixas / Raul Santos Seixas
Letra de Gita © Warner/Chappell Music, Inc

6 comentários:

✿ chica disse...

Que linda recordação dessa música em tua vida..E quem não lembra e gosta dela? Adoro! Fala muito! Bela participação! beijos, chica

Pepa disse...

Oi Eliane, essa música marcou uma época e muitas pessoas, tenho um vizinho que volta e meia fica ouvindo, acho que bate aquela saudade no coração dele de um tempo muito bom.
Obrigada por participar da blogagem.
Beijos,Vi

Christiane Garcia disse...

Essa brincadeira está sendo muito bacana, resgatando muitas recordações.
Adorei sua participação! Um grande bj

Dalva Rodrigues disse...

Oi Eliane, linda escolha, uma época inesquecível com seus tobogãs, roupas coloridas, irreverência...Toca Raul, sempre!!!
Adorei, abraço!

Licia Dutra disse...

Oi Eliane,Raul é muito bom ,não tem como não gostar,essa música é muito boa!Teve uma época que eu ouvia muito ele.BJSS.

Kr. Eliane disse...

oi Eliane:
parabéns pelo aniversário..
belas lembranças carregamos de tempos onde a arte tinha espaço.
grande abraço.
:o)