Minha família

Minha família
Turma da pesada!!!!

Seguidores

Essa aqui sou Eu!!!!!

Minha foto
Tenho 43 anos, pinto, bordo, costuro e ainda trabalho fora. Comecei cedo a brincar com artesanato,Meu primeiro trabalho nunca esqueci, um beija flor alaranjado(so tinha um vidro de laranja e um de preto) mas acho que ficou interesante pois minha mãe me encheu de tinta e pinceis, tinha 12 anos e pintava com uma furia. naquele tempo não havia variedade de revista, só riscos que comprávamos na papelaria. pintei com a cara e a coragem por 6 anos até que fui fazer curso na profissional ai endoideci fiz pintura, arte aplicada, flores, bordado a mão, corte costura tudo que aparecia eu encarava. Fui seguindo o artesanato por todos esses anos, uma aulinha aqui, uma revista ali, tudo que aparece-se na tv. Até que achei a net, ai pirei de vez, todo dia acho algo novo que com um pouquinho de paciência consigo aprender. Sou isso uma Artesã com muito orgulho!!!!!

segunda-feira, 11 de junho de 2012

Fig e Eu!!!


Ta parecendo o nome daquele filme /livro, mas a única coisa em comum é a cor do cachorro (será mesmo) depois vcs me contam!!! Quando comecei minha casa uma vira lata resolveu que ia morar comigo, eu não dei muita bola e ela foi ficando. Uma noite fui ver a obra e achei-a com quatro filhotes.  Tá pensei: deixa eles ai depois vejo o que faço.
A obra andou e a família foi encolhendo, até que finalmente sobrou só um filhote de cor creme como o Marlei do livro. Os outros não sei como foram sumindo e a mãe foi abduzida depois de latir prum carro na rua.
Eu ainda não havia me mudado e não sabia como cuidar a distancia de um filhote de 40 dias. Sorte do Fig que a vizinha se compadeceu dele e cuidou uns dias.
Era lindinho, uma bolinha simpática que cresceu e me apronta cada uma. Quem o vê no sábado e domingo não acredita no furacão.
Já comeu duas vassouras, um rodo e um balde.     Adora o saco de carvão e recolhe a roupa do varal ( Claro que por sorte foi o uniforme do marido).  Come grilo e toma remédio (é só oferecer que ele come)
Quando o Léu nasceu ficou muito doente.  Foi saudade eu acho. Passou dias de molho dei remédio e nada. Até que ele destruiu o lixeiro. Tava curado.
Agora tá aqui bem lindinho,  deita aos meus pés e me obedece, mas em dia de banho , so falta gritar socorro.Quando conto ninguém  acredita.
Ele dá  trabalho  mas fico p*** quando dizem que tenho que me livrar dele. Adotei um vira lata ele é minha responsabilidade.
E só faz arte quando fica o dia todo sozinho.
Tem gente que acha  bonitinho leva pra casa e quando da problema deserta, isso é crime!!!!!!

2 comentários:

Lúcia Soares disse...

Eliane, que foto linda da família. Seu menininho é muito parecido com você. A boquinha é linda demais. Beijinho nele!
Outro dia estava contando pra neta que em minha casa (dos meus pais) tivemos cachorros sempre vira-latas. O primeiro de nossas vidas chamava-se Brasil e depois me lembro de um chamado Peralta. Saudade!
Seu Fig é um amor, acho que é meio levadinho ainda por ser novo, mas dá pra ensiná-lo a ser mais disciplinado. Eles têm, sim, ciúmes dos bebês que chegam em suas casas, mas depois caem de amores. Vai ver só como ele e o Léo serão amigos!
Beijo!

Larissa Banister disse...

Lindo seu cachorrinho, um amor. Amiga, passando só pra dizer que o tema da blogagem coletiva de próxima quarta dia 20 será São João! Espero que vc possa participar. Beijos

Larissa