Minha família

Minha família
Turma da pesada!!!!

Seguidores

Essa aqui sou Eu!!!!!

Minha foto
Tenho 43 anos, pinto, bordo, costuro e ainda trabalho fora. Comecei cedo a brincar com artesanato,Meu primeiro trabalho nunca esqueci, um beija flor alaranjado(so tinha um vidro de laranja e um de preto) mas acho que ficou interesante pois minha mãe me encheu de tinta e pinceis, tinha 12 anos e pintava com uma furia. naquele tempo não havia variedade de revista, só riscos que comprávamos na papelaria. pintei com a cara e a coragem por 6 anos até que fui fazer curso na profissional ai endoideci fiz pintura, arte aplicada, flores, bordado a mão, corte costura tudo que aparecia eu encarava. Fui seguindo o artesanato por todos esses anos, uma aulinha aqui, uma revista ali, tudo que aparece-se na tv. Até que achei a net, ai pirei de vez, todo dia acho algo novo que com um pouquinho de paciência consigo aprender. Sou isso uma Artesã com muito orgulho!!!!!

terça-feira, 5 de junho de 2012

SAL do dia das Mães 2ª Parte

Aqui estamos novamente. De posse do passo a passo agora só me restou arranjar um tempinho pra por a mão na massa. Como disse no outro post  existem varias versões sobre a origem dessa nossa amiguinha.Uma das lendas conta que um senhor que esculpia e vendia bonecas uma vez fez uma boneca tão bonita que não quis vendê-la, levou para a sua casa e colocou no seu criado mudo e deu o nome a ela de Matrioshka. Todas as noites antes de dormir, perguntava a Matrioshka se estava feliz. Até que em certa noite Matrioshka pediu um bebê. Então o senhor esculpiu uma boneca menor chamada Trioshka, serrou a Matrioshka e colocou o bebê dentro dela. Mas logo na noite seguinte, a Trioshka também pediu um bebê. E lá se foi o senhor e fez uma boneca e colocou dentro da Trioshka, desta vez a bebê se chamava Oshka. Assim seguindo o caminho das outras, na noite seguinte Oshka pediu um bebê e lá se foi novamente o senhor fazer mais um bebê. Só que desta vez pensando que isso não iria acabar mais, o senhor fez o bebê e desenhou rapidamente um bigode nele e o chamou de Ka, garantindo que seria homem e não iria pedir um bebê novamente.(Essa parte do conto saiu daqui.)

Comecei pelo pelo rostinho,  riscado no termo colante aproveite a hora de passar a roupa do Léo para fixa-lo no pano americano. Com marrom pintei o cabelinho  e preto usei para os olhos.
O corpo cortei 2 tiras  e montei o lenço e o vestido.  Prendi os rostinhos e enchi com plumante.
Agora é a vez dos enfeites . 1 flor em cada cabelo e um laço pro pescoço.
E estão prontas as minhas Matrioshka.
Adorei participar do SAL. Pena que não pude cumprir o prazo a risca mas sabe como é com filhote (hihihihi), quem sabe da proxima eu consigo.Parte do post já estava pronta.
Um beijo a todos.

Um comentário:

Regina Coeli disse...

Olá minha querida Eliane,

Fiquei feliz ao ver sua inscrição para o novo SAL do TILDA BRASIL.
Suas MATRIOSHKAS ficaram uma graça.
Não importa o tempo que gastou...
O importante é que você concluiu o Projeto!!!
Parabéns!!
Abração saudoso.
Regina Coeli