Ultimas noticias!

Berloques pra que te quero! Minha pulseira de argolinhas.

Setembro chegou  e eu  não deixei  de me comprar um mimo!!! Namoro os pingentes de costura a tempo mas o dinheiro nunca dava que chega! Ness...

1ª Feira de artesãos !!!

1ª Feira de artesãos !!!
Guarda do cubatão Palhoça

Minha família

Minha família
Turma da pesada!!!!

Seguidores

Powered By Blogger

Essa aqui sou Eu!!!!!

Minha foto
Tenho 48 anos, pinto, bordo, costuro e ainda trabalho fora. Comecei cedo a brincar com artesanato,Meu primeiro trabalho nunca esqueci, um beija flor alaranjado(so tinha um vidro de laranja e um de preto) mas acho que ficou interesante pois minha mãe me encheu de tinta e pinceis, tinha 12 anos e pintava com uma furia. naquele tempo não havia variedade de revista, só riscos que comprávamos na papelaria. pintei com a cara e a coragem por 6 anos até que fui fazer curso na profissional ai endoideci fiz pintura, arte aplicada, flores, bordado a mão, corte costura tudo que aparecia eu encarava. Fui seguindo o artesanato por todos esses anos, uma aulinha aqui, uma revista ali, tudo que aparece-se na tv. Até que achei a net, ai pirei de vez, todo dia acho algo novo que com um pouquinho de paciência consigo aprender. Sou isso uma Artesã com muito orgulho!!!!!

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Bartolomeu, O gato.

Acho que vi um gatinho!!!!!!
Numa caixa de papelão dois olhos espantados espiando o mundo, abandonado ainda filhote achou uma dona e um lar. Gato é Gato, sempre malandro foi indo e conquistando espaço. Já era adulto quando numa escapulida pro vizinho voltou castrado ( mexeu com a gata e com a ração do vizinho). Foi maldade na certa, doente pelos cantos não quis mais caçar. Foi indo aos poucos manhoso, sempre em casa fazendo arte derrubando lata enfrentando a cachorra, uma pit que nem ligava pra ele.Já estava caçando novamente. Vinha orgulhoso deixar o rato nos pés da dona. Assim era o Gato Bartolomeu( Barto) Nome escolhido pelo inquilino de baixo.
Gato vira-lata de pelo amarelo, um bom menino,  mas que teimava em fugir durante a noite. Na sua ultima escapulida encontrou a dona morte e não voltou pra casa. Com disse sua dona foi pra gatolandia.
O Gato não era literalmente meu, mas vivia na minha Casa e já esta fazendo falta.

5 comentários:

Roberta Mello disse...

Esses bichinhos sao tao queridos ne, a gente se apega mesmo!! Que Barto tenha chegado bem na gatolandia e esteja curtindo muito com a gatarada lá de cima rsss, beijocasss

Nilce disse...

Sinto muito Eliane.
Como ele era bonitinho. Eu tenho verdadeira paixão pelos meus, que são castrados e não saem de casa.
O Barto vai deixar saudades.

Bjs no coração!

Nilce

Sandra Peres disse...

Eu tinha uma gatinha, era apaixonada por ela e depois que ela foi pra gatolandia, não me apeguei a mais nenhum bichinho.
Faz muita falta mesmo.

Bordados e Retalhos disse...

Coitado do Bartô. Natercia, a gatinha lá de casa, esteve doente, fez até cirurgia para tirar uma pedra da bexiga. Já está bem, mas precisa comer uma ração que custa 76,00 o pacote. Posso com isso? Mas fazer o que? A ração funciona como um remédio. Bjs querida

Unknown disse...

Nossa amiga, que maldade castrar o gatinho dos outros! Mesmo que tenha feito arte, o vizinho não poderia ter feito isso com o pobrezinho!

E que peninha que ele tenha ido pra Gatolândia, só espero que lá ele encontre várias gatchinhas fofas e que ele seja muito feliz!

Espero que, mesmo não sendo seu, vc não fiquei muito tristinha, pois eu bem sei como esses bichinhos fazem falta...

Beijoca ♥